Fernanda Andrade - Personal Trainer Logo Fitness

Como a musculação pode te ajudar no processo de Envelhecimento

9 de março de 2017 por Fernanda Andrade

A grande vantagem na prática de musculação por pessoas de idade é a reversão do quadro de inabilidade motora decorrente da hipotrofia

Como a musculação pode te ajudar no processo de Envelhecimento

A musculação hoje é uma prática de treinamento extremamente importante para a saúde, para os atletas e para o desenvolvimento de adolescentes. Hoje temos muitos estudos comprovando a eficácia da musculação (exercícios com pesos), provando os benefícios para a saúde das pessoas e para a aptidão física. Os estudos há anos atrás eram focados nos exercícios aeróbios, essa é a razão que pouco se sabia sobre os exercícios musculares, hoje já temos uma gama vasta de informação sobre o assunto.

Muitos estudos nos mostram as melhoras na massa muscular, flexibilidade e massa óssea de idosos, a melhora nas condições funcionais desses indivíduos, onde temos dentro dos praticantes de musculação idosos com mais força física, disposição e menos sintomas de depressão. Um desses estudos revelou que idosos que envelheceram praticando corrida ou natação apresentaram os mesmos níveis de hipotrofia muscular ( diminuição da massa muscular ) encontrados em idosos sedentários. Em contrapartida, os que envelheceram praticando musculação apresentaram conservação da massa muscular.

Pelo fato de 70% dos acidentes com idosos são devidos a uma capacidade diminuída para andar, correr e saltar, ligada à uma capacidade de coordenação piorada, então fica evidente que vale a pena  a execução de um minuto de treinamento do aparelho locomotor ativo – junto com um treinamento de mobilidade suficiente. Além disso um fortalecimento dos principais grupos musculares ( especialmente a musculatura abdominal e dorsal ), conseguido durante a vida toda , evita o aparecimento precose de problemas posturais, com as respectivas consequências.

Através de um treinamento de força, adequado à idade, adequado à idade, que acompanhe toda a vida, os processos degenerativos da coluna vertebral, como por exemplo as degenerações dos discos vertebrais lombares, podem ser positivamente influenciados. Essas degenerações são muito comuns em indivíduos de idade, e causam mutas dores e impossibilidade de se locomover com habilidade. As pessoas que treinam com regularidade mostram uma menor morbidez em relação às síndromes das dores lombares do que as pessoas não treinadas.

A grande vantagem na prática de musculação por pessoas de idade é a reversão do quadro de inabilidade motora decorrente da hipotrofia, evitando os aumentos perigosos de pressão arterial e de freqüência cardíaca apresentadas nas atividades da rotina diária. O enfraquecimento muscular das pessoas diante dos esforços da vida diária de alta intensidade, determina respostas hemodinâmicas excessivas, enquanto para pessoas com musculatura mais forte, os mesmos esforços tornam-se menos intenso, exigindo menor grau de esforço muscular e evitando assim, riscos de alteração de pressão arterial e freqüência cardíaca.

 

Segundo estudos de Maria A. Flatarone, da Divison on Aging na Harvard Medical School no International Pre-Olympic Scientific Congress on Physical Activity, Sport and Health in Dallas, 1996, o fator condicional da força tem uma importância extraordinária pelas características de envelhecimento corporais influenciáveis (Bio-Markers of Aging), que se encontram bem comprovadas a nível científico, mas ainda pouco conhecidas:

Diante destes fatores, Maria A. Flaratone, afirma:

“a independência funcional na velhice é, a nível corporal, sobretudo, uma questão de força e não de capacidade do sistema cardiovascular”.

Artigo sobre estudos apresentados no International Pre-Olympic Scientific Congress on Physical Activity, Sport and Health, Dallas, 1996

 

A prescrição de exercícios inclui cinco fatores básicos:

 

 

Procure um Profissional de Educação Física e tire suas dúvidas sobre a prática.

 

Fonte: Portal Personal Trainer Virtual – www.personaltrainervirtual.com.br – acesse o site e obtenha mais conteúdo sobre esse assunto.